Avançar para conteúdo

Tudo para WordPress

Plugins, Temas, dicas de WordPress e muito mais para você que busca informação sobre este excelente CMS!

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+
  • RSS
Entenda com funciona Assine nosso RSS

» » Migração do WordPress: Movendo o WordPress com o PhpMyAdmin

Migração do WordPress: Movendo o WordPress com o PhpMyAdmin

Publicado em 25/09/2009 às 23h39 por Cau

O WordPress tem um sistema bastante funcional de exportação/importação, mas quando usamos esse método para transportar nosso WordPress para uma nova hospedagem, por exemplo, importamos todos os posts e páginas com seus respectivos comentários, mas todo o resto (como plugins e configurações) é perdido. Entretanto, se temos o PhpMyAdmin instalado em ambos os servidores envolvidos nessa mudança, há um meio muito mais completo para transportar o site. Pois é, uso “transportar” em lugar de “importar”, porque é exatamente isso. Dessa forma vamos mover todo o conteúdo do site exatamente como está. Vamos às ações necessárias:

  1. O primeiro passo é copiar a estrutura de arquivos do site antigo para o novo host, com especial atenção à pasta wp-content, onde residem os plugins, temas, arquivos de mídia e arquivos de tradução (talvez até backups do conteúdo).
  2. Quando a estrutura estiver igual nos dois servidores, o próximo passo é instalar o WP no novo servidor. Entre no cPanel (ou similar) e crie uma nova database e um novo usuário. Depois dê todos os direitos a este usuário na database recém-criada. Atualize o arquivo wp-config.php com esses dados (veja abaixo).

    // ** MySQL settings ** //
    define(‘DB_NAME’, ‘[database]’);
    // The name of the database define(‘DB_USER’, ‘[usuario]’);
    // Your MySQL username…
    define(‘DB_PASSWORD’, ‘[senha]’);
    // …and password define
    (‘DB_HOST’, ‘localhost’); // 99% chance you won’t need …

  3. Depois disso, nosso WP estará pronto para ser instalado no novo servidor, para isso apenas entre na administração. Como o sistema ainda não está instalado, a interface de instalação será exibida. Instale o sistema.
  4. Pronto, agora vá ao servidor de origem, no PhpMyAdmin e selecione a database do WordPress. No menu superior à direita há a opção “Exportar” – atenção porque se vc estiver vendo uma tabela e não a database toda, o arquivo de exportação vai conter apenas a tabela em questão e nós queremos a database inteira. Clique.
  5. Na interface de exportação, faça o seguinte:
    1. Marque (no select à esquerda) todas as tabelas da database (vem marcadas por padrão).
    2. No box Estrutura, marque a opção “Add DROP TABLE / DROP VIEW” – isso irá eliminar as tabelas antigas antes de criar as novas tabelas.
    3. Marque a opção “Salvar como arquivo”, abaixo – isso vai forçar o sistema a enviar o arquivo gerado como download. Se o conteúdo for grande demais e o PhpMyAdmin vai imprimir na tela (como é o padrão) e o seu navegador vai travar!
    4. Clique em “Go” (Ir) e salve o arquivo num local conhecido.
  6. Ok, agora temos que fazer algumas modificações nesse arquivo, pois ele traz informações do antigo domínio. Se a mudança de servidor não implica em mudança de domínio, passe à próxima etapa. Supondo que a mudança se dará entre os domínios “http://www.old.com” para “http://www.new.com”. Teremos que substituir todas as ocorrências de um pelo outro no arquivo – um trabalho massante e demorado, se tivéssemos que fazer manualmente, mas não temos! Abra o arquivo de exportação com o WordPad (único editor de texto que suporta arquivos enormes sem travar o Windows). Digite Ctrl + H – isso vai abrir a caixa “Localizar e substituir”. Digite o antigo na caixa “Localizar” e o novo em “Substituir por” e clique em “Substituir tudo”.
  7. Apenas mais um detalhe: às vezes a opção ‘upload_path’ está setada com o caminho completo até o diretório de uploads, mas pode ser apenas 'wp-content/uploads' – o que é polivalente, funcionando em qualquer servidor. Busque por ‘upload_path’ e se encontrar um valor absoluto, substitua pelo mostrado acima.

    (59, 0, ‘upload_path’, ‘/home/dominio/public_html/wp-content/uploads’, ‘yes’), por (59, 0, ‘upload_path’, ‘wp-content/uploads’, ‘yes’),

  8. Salve o arquivo.
  9. Entre no PhpMyAdmin do novo servidor e, na página da database, clique em “Importar”. O arquivo traz a codificação original da database antiga, portanto veja a codificação das tabelas antigas antes de selecionar a codificação do arquivo indicado para ser importado. (deve ser latin1 ou utf8)
  10. Clique em “Importar”.Se tudo deu certo, sua instalação do WP foi movida com tudo para o novo servidor, já com os seus plugins instalados e funcionando e com todas as suas antigas configurações ainda válidas, incluindo os usuários. O usuário ‘admin’ criado pelo WP será substituído e a senha que você copiou no fim da instalação não funciona mais – use seu login e senha antigos (que também foram importados) para entrar.

10 pessoas comentaram o artigo

  • David comentou em 22 de maio de 2010.

    QUAIS AS PRINCIPAIS TABELAS do wordpress ?
     
    quero so pegar o conteudo mesmo…
    categorias, posts, paginas.
    So a parte DE CONTEUDO, quais das 11 tabelas devo SELECIONAR ?

    Responder esse usuário
  • Helio comentou em 10 de julho de 2010.

    Olá amigo!

    é possivel mover o wordpress de um dominio para outro, neste caso no mesmo servdor de hospedagem. ex: mover de www . antigowp . com para meu www . novowp . com, como disse os dois dominios estão no meno servidr de hospedagem.

    att.

    Helio

    Responder esse usuário
  • marcelo araujo comentou em 18 de setembro de 2010.

    post muito útil. serviu pra eu fazer a migração. só deu problema em alguns plugins a questão de acentuação. vale indicar no post qual o formato de caractere para manter a formatação na hora de importar. ao invesde utf-8 mudar para 'latin1' resolveu meu caso.

    Responder esse usuário
  • Daniel Bahia – EMPÍRICO – Soluções em TI e Comunicação Digital comentou em 16 de outubro de 2011.

    Assim como o Marcelo Araújo, também tenho problema com vários plugins quando vou fazer a migração do WordPress. Normalmente desenvolvo localmente e depois subo o site para publicar no endereço final. Esse problema com os plugins me deixam de saco cheio, rsrs

    Responder esse usuário
  • José Neto comentou em 16 de outubro de 2012.

    Show de bola! Brigadão!
    Só precisei fazer umas alterações no .htaccess

    Responder esse usuário
  • Lucas Paiva comentou em 4 de junho de 2013.

    Olá! Muito obrigado pelo tutorial! Ajudou muito!
    Só uma atualização: para exportar a database no novo PHPMyAdmin tem de selecionar primeiro as tabelas e depois clicar em Exportar. Então, selecione “Custom” em Export Method para aparecer as opções mencionadas: “Save output to a file” e “Add DROP TABLE / VIEW / PROCEDURE / FUNCTION / EVENT statement”
    Como aconteceu com o José Neto, tive de fazer algumas alterações também no .htaccess para atualizar o redirecionamento pro novo domínio. Depois voltei ao padrão (google). Sobre o UPLOAD_PATH, a string do caminho está sem nenhum valor, vazia, mas funcionando assim mesmo… até agora. Bom, mas valeu demais pelo tutorial! Aprendi muito!

    Responder esse usuário
  • Ronan Rezende comentou em 6 de junho de 2013.

    Parabéns, post DUCA.
    Muito obrigado mesmo.
    Saudações de Brasilia.

    Responder esse usuário
  • Marcelo dos Santos comentou em 2 de setembro de 2014.

    Boa tarde, sei que o poste é antigo mas gostaria de revivê-lo.
    Após fazer todos os mesmos procedimentos seguindo a risca o que falou, estou com o problema de dar erro 504 ao abrir a interface do wordpress.
    O que pode ser?
    Já renomeei a pasta plugins, deixei ela vazia e nada.

    Responder esse usuário

Participe e deixe o seu comentário!

Procurando Temas?

Acesse o arquivo de Temas WordPress